terça-feira, 29 de maio de 2012

COLÉGIO MONTESSORI 1º ANO



COMPLEMENTO - CONTEÚDO PARA PROVA

AS ETAPAS DO CICLO DA ÁGUA

Precipitação (líquida ou sólida)
  
Escoamento (águas superficiais)

Infiltração (armazenamento e escoamento subterrâneo)               

Evaporação (passagem do estado líquido para o estado gasoso)

Condensação (passagem do estado gasoso para o estado líquido)


TIPOS DE ABASTECIMENTO DOS RIOS

PLUVIAL, quando são abastecidos pelas águas das chuvas. Nesse caso, as cheias aconte­cem no decorrer da estação chuvosa.

NIVAL, quando suas águas provêm do derretimento das geleiras e da cobertura de neve das montanhas.

MISTO, quando são alimentados por ambas as fontes as chuvas e o gelo.

No Brasil, o regime dos rios é pluvial, pois não há gelo e neve em quantidade su­ficiente para formá-Ias.

A única exceção é o Rio Amazonas, cujo regime é misto;

QUANTO AO TIPO DE ESCOAMENTO, PODEMOS CLASSIFICAR OS RIOS EM TRÊS TIPOS:

EFÊMERO: São os rios que existem durante curtos períodos de fortes chuvas.

São também cha­mados de torrentes.

Esses rios são um dos responsáveis pelas chamadas "enchentes relâmpagos", que afetam principalmente áreas áridas e semiáridas;

INTERMITENTES OU TEMPORÁRIOS: São os rios cujos leitos secam durante certo período do ano.

É o caso da maioria dos rios do Sertão Nordestino, localizados em área de clima semiárido, com longos períodos de seca.

Rios de áreas muito frias, como os rios canadenses e russos, tam­bém podem ser considerados intermitentes, pois as águas congelam durante os meses mais frios;

PERENES: São os rios que correm durante todo o ano.

A maior parte dos rios brasileiros são pere­nes, como o São Francisco, Amazonas, etc.

QUANTO AO RELEVO POR ONDE PASSAM, OS RIOS PODEM SER CLASSIFICADOS EM:

RIOS DE PLANÍCIE: rios que correm por áreas planas onde praticamente não há cacho­eiras, saltos e corredeira.

Por esse motivo, esses rios são adequados à navegação. Exemplos: Amazonas, Araguaia, Tapajós e Negro;


RIOS DE PLANALTO: rios que correm por terrenos com desníveis acentuados, onde se forma grande número de corredeiras e cachoeiras;

São ideais para a construção de hidrelétricas. Exemplos: São Francisco, Iguaçu, Paranaíba, Tietê e Paraná.


BACIA DO RIO DA PRATA OU PLATINA:

É a bacia hidrográfica com maior potencial hidrelétrico instalado; portanto, é a bacia que mais gera energia no Brasil.

É constituída por três sub-bacias, cujos nomes se referem a seus rios principais: Uruguai, Paraná e Paraguai.

A sub-bacia do Paraná, apesar de ser planáltica, possui uma hidrovia chamada de Tietê-Paraná a qual, no futuro, quando estiver completamente integrada, beneficiará a economia da região.

Nessa sub-bacia, localiza-se a maior hidrelétrica do mundo: Itaipu;

O nome da Bacia Platina vem do Rio da Prata, na Argentina, que recebe as águas dos três principais rios da bacia.

BACIA AMAZÔNICA:

É a mais extensa e de maior potencial hidrelétrico.

Seu rio principal, o Amazonas, nasce na Cordilheira dos Andes, no Peru;

Recebe vários nomes até ser denominado Amazonas, quando o Rio Solimões encontra as águas do Rio Negro, perto da cidade de Manaus.

Sua foz é no chamado Golfão Amazônico, entre os estados do Amazonas, do Amapá e do Pará.

No meio desse golfo, fica a Ilha de Marajó, a maior ilha fluviomarinha do mundo.

Devido à insuficiente rede de rodovias da Região Amazônica, seus grandes rios desempenham o papel de estradas e a população ribeirinha depende desses rios para se locomover.

O trecho entre Manaus e Belém pode levar até três dias para ser navegado.

BACIA DO SÃO FRANCISCO:

É um rio de planalto,

É chamado de Velho Chico, rio dos currais e rio da unidade nacional;

É a bacia com o segundo maior potencial hidrelétrico instalado do país.

Nasce na Serra da Canastra, em Minas Gerais, e possui um trecho navegável entre Pirapora (MG) e Juazeiro (BA).

É o mais extenso rio exclusivamente em terras brasileiras.

Banha áreas de clima semiárido – Sertão do Nordeste,

Recentemente, suas águas vêm sendo utilizadas para a fruticultura irrigada nas proximidades das cidades de Juazeiro (Bahia) e Petrolina (Pernambuco).

Existe um projeto de transposição ou desvio do Velho Chico para que alimente alguns rios que são intermitentes.

Entretanto, os ambientalistas são contrários a esse projeto.

Muitos estudos vêm sendo feitos para avaliar os possíveis impactos ambientais na natureza da região.

BACIA DO TOCANTINS-ARAGUAIA:

Localiza-se no centro do país,

É a maior bacia inteiramente brasileira.

Seus dois principais rios nascem em Goiás.

É formada pelos rios Araguaia e Rio Tocantins e deságua no Golfão Amazônico, em seu trecho paraense.

Apresentar longos trechos navegáveis é utilizado para escoar parte da produção de grãos das regiões que banha, com destaque para a soja.

A Usina Hidrelétrica de Tucuruí, a segunda maior do país, foi construída no Rio Tocantins e atende às necessidades de consumo de energia do Projeto de Mineração Carajás, no Pará.

No Rio Araguaia, encontra-se a maior ilha fluvial do mundo: a Ilha do Bananal.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

COLÉGIO MONTESSORI - GABARITO PROVA 1ª ETAPA - 9º ANO




1. Mais de 75% das terras europeias são planas e em seu relevo destacam-se três importantes unidades. Baseado nos conhecimento destas três unidades do relevo europeu relacione as colunas. 

M. Maciços Antigos
P. Planícies Centrais
C. Cordilheiras Recentes

(C) Suas principais unidades são: os Pireneus, os Cárpatos, os Apeninos, os Bálcãs e a Cadeia do Cáucaso.
(M) Os Montes Urais e os Alpes Escandinavos compõe esta unidade do relevo.
(P) Estão localizadas na região central;
(C) Tem  elevada altitude e são chamadas de Montanhas jovens;
(M) São  muito antigas
(P) Possuem terras muito férteis.
(M) Situam no norte e no leste do continente;

2. As três grandes regiões europeias se diferenciam pelas características climáticas e formações vegetais bem definidas. Baseado nos conhecimento destas três grandes regiões do continente europeu relacione as colunas. 

1. Europa do Norte.
2. Europa do Sul.
3. Europa das Planícies.

(3) Destaca-se o clima temperado oceânico e continental
(2) As terras voltadas para o Mar Mediterrâneo apresentam as médias térmicas mais altas da Europa;
(1) Predominam os climas frio e polar;
(1) Localiza-se nas latitudes superiores a 60°N;
(2) O clima desta região apresenta verões secos e invernos chuvosos, principais características do clima mediterrâneo.
(2) Região que encontramos formações vegetais arbóreas e arbustivas; 
(3) Nesta região encontra-se a Floresta Boreal e a Tundra.

3. Em relação as características das grandes regiões do continente europeu, assinale a alternativa que se refere a região SUL da Europa. 
a) É a região das cadeias montanhosas, marcadas pelo clima frio de alta montanha e pela Vegetação de altitude.
b) Nesta região predominam os climas frio e polar;
c) Na porção leste desta região ocorrem o clima semiárido e as Pradarias
d) a vegetação desta região é marcada pela floresta boreal e floresta temperada.

4. Maritimidade é a influencia que a proximidade do mar tem sobre o clima de uma região. Isto acontece por que os continentes se aquecem e se esfriam mais rapidamente que os oceanos, as águas conservam o calor por mais tempo. Com base nesta afirmação e na influência que a maritimidade tem sobre o continente, assinale as alternativas com V se ela  for verdadeira e com F se  for falsa. 
(V) A influência da maritimidade facilitou o povoamento e o desenvolvimento de atividades econômicas no continente europeu.
(F) Os solos são mais úmido.
(F)  As temperaturas são altas nas áreas litorâneas da Europa, mesmo em altas latitudes;
(V) A proximidade em relação ao mar também foi importante para a difusão da cultura e da economia europeias, por meio da navegação.

5. Apesar de os governos e as organizações internacionais terem criado esquemas de controle para diminuição de danos ao ambiente, como a reciclagem de resíduos sólidos urbanos, a proibição da gasolina com chumbo e da fabricação de CFC, os problemas ambientais são uma questão com a qual os países europeus terão de se preocupar cada vez mais. Com base nos seus conhecimentos sobre os principais problemas ambientais da Europa, assinale as alternativas com V se ela  for verdadeira e com F se  for falsa.
(V) A Chuva Ácida é provocada pelo uso excessivo dos combustíveis fósseis, petróleo, gás natural e, sobretudo o carvão;
(V) O uso dos combustíveis fósseis liberam gases como dióxido de enxofre, dióxido de nitrogênio e sobre tudo o dióxido de carbono, que se combina com o vapor de água e forma a Chuva Ácida.
(V) Processo de degradação do solo causado por recorrentes incêndios e pela ação humana causa desertificação na Europa;
(F) Exploração dos recursos pesqueiros  não é mais um problema ambiental, pois o bacalhau que estava com risco de extinção aumentou seu nível de reprodução.
(V) Grande desafio ambiental europeu é  reduzir os níveis de emissão de gases  como o CO2 , NO2, SO2, , que contribuem para o aquecimento global.

6. O mais grave acidente nuclear ocorrido no mundo deu-se na noite de 25 para 26 de abril de 1986 em Chernobyl Ucrânia, na época fazia parte da ex-União Soviética. Sendo  este tipos de acidente muito grave, cite as principais consequências do desastre de Chernobyl. 
Um dos quatro reatores da usina nuclear de Chernobyl, na Ucrânia  explodiu, causando o vazamento de resíduos nucleares na atmosfera.
Uma nuvem radioativa que se formou deslocou-se para os países da Europa Central.
A explosão matou 56 pessoas, algumas imediatamente e outras nos anos posteriores, em consequência da radiação recebida.
Toda a região situada em um raio de 30 quilômetros da central de Chernobyl teve de ser desocupada, e ainda hoje a população da região apresenta elevados índices de leucemia e de mortalidade infantil.

7.  Em relação às características demográficas da Europa, assinale  as alternativas verdadeiras. 
(X) Ao contrário do que ocorre nos demais continentes, o número de europeus decresce a cada ano.
(   ) A Europa é um continente pouco populoso e povoado.
(X) A população se distribui de maneira irregular pelo território:
(   ) A densidade demográfica é bastante elevada em todas as regiões, ou seja, não há vazios demográficos.
(X) Embora populosa desde tempos antigos, a Europa tem apresentado um crescimento demográfico muito pequeno nas últimas décadas.
(X) Atualmente, possui cerca de 732 milhões de habitantes, com estimativas de 701 milhões para o ano de 2025.
(X) A proporção idosa é grande, ou seja, o número de pessoas com mais de 65 anos na população total é muito elevado.

8. Sabe-se que a Europa tem apresentado um baixo crescimento vegetativo, provocando com isto uma redução em sua população. Sendo assim cite os principais fatores que tem provocado à baixa natalidade da população do continente. 

Diminuição dos casamentos precoces; 
Aumento das despesas para a criação dos filhos;
Planejamento familiar, facilitado pelos diversos meios contraceptivos ou métodos anticoncepcionais.

9. Em Relação À Xenofobia Explique: 

A) O que é?  É a aversão ao estrangeiro. Xenofobia é uma palavra de origem grega que significa antipatia ou aversão a pessoas e objetos estranhos. O termo tem várias aplicações e usos, o que muitas vezes provoca confusões em relação ao significado. A xenofobia como preconceito acontece quando há aversão em relação à raça, cultura, opção sexual, etc. Fonte - http://www.brasilescola.com/doencas/xenofobia.htm.

B) Por que ela ocorre?  Essa situação ocorre devido à diminuição das restrições aos imigrantes, o que tem estimulado o surgimento de movimentos xenófobos — avessos a estrangeiros — e racistas. Além do medo da população local em perder sua identidade nacional e seus empregos, pois os imigrantes aceitam trabalhar em condições precárias, recebendo salários mais baixos.


O sucesso é a soma de pequenos esforços repetidos dia sim, e no outro dia também". 
Robert Collier


"Triste época! É mais fácil desintegrar um átomo do que um preconceito".  




terça-feira, 8 de maio de 2012

1º ANO COLÉGIO MONTESSORI - CORREÇÃO


PESQUISA BIBLIOGRÁFICA – 1º ANO  AS MUDANÇAS CLIMÁTICAS E AS PAISAGENS GEOGRÁFICAS LIVRO PÁG. 87 – 93

1. QUAL A INFLUÊNCIA DAS ERA GLACIAIS NAS MUDANÇAS DAS PAISAGENS:
As eras glacias provocaram mudanças no clima que por sua vez afetam diretamente as paisagens ao longo das eras glaciais.

2. COMO PODEMOS IDENTIFICAR AS PAISAGENS, ANTES DAS GRANDES MUDANÇAS PROVOCADAS PELAS ERAS GLACIAIS?
Identificamos por meios de vestígios nas paisagens atuais e  estudando os fósseis, os quais nos fornecem informações de como eram os climas que determinaram as características do relevo, vegetação e hidrografia.

3. É VERDADE AFIRMAR QUE O SER HUMANO ESTÁ ALTERANDO O CLIMA NA TERRA? JUSTIFIQUE.
Sim, pois as atividades desenvolvidas pelo homem têm produzido muitos gases como os dióxidos de enxofre, de nitrogênio e de carbono, que ao serem liberados, acumulam-se na atmosfera e intensifica o efeito estufa fazendo aumentar a temperatura média do planeta e modificando a dinâmica do clima global.

4. EM RELAÇÃO AO AQUECIMENTO GLOBAL ATMOSFÉRICO RESPONDA:

A) DIFERENCIE EL NIÑO E LA NIÑA.
EL NIÑO: fenômeno climático que provoca o aquecimento cíclico das águas do pacífico sul e que influência a circulação atmosférica alterando o clima global.

LA NIÑA: fenômeno climático que provoca o resfriamento cíclico das águas do pacífico sul e que influência a circulação atmosférica alterando o clima global.

B) O QUE É EFEITO ESTUFA?
É o aquecimento natural da atmosfera, que retém parte do calor refletido pela superfície e terrestre, mantendo a média de temperatura do planeta em torno dos 15°c. o restante do calor é irradiado para o espaço.

C) O QUE É EFEITO ESTUFA INTENSIFICADO?
É quando a quantidade de gases e de fuligem, produzidas pelo homem acumulam-se na atmosfera. Este fato impede a saída do calor que deveria sair do planeta e com isto, o efeito estufa é aumentado (intensificado), provocando o aumento da temperatura média global.

5º)  EM RELAÇÃO AOS PROBLEMAS CLIMÁTICOS URBANOS  RESPONDA:

A) O QUE É MICROCLIMA URBANO?
São as alterações do clima local e regional, provocadas pelo surgimento das grandes cidades que produzem grande quantidade de gases poluentes por meio das fábricas e automóveis.

B) O QUE É ILHA DE CALOR?
É um fenômeno climático urbano provocado pelo aquecimento exagerado das regiões centrais das grandes cidades, devido a grande quantidade de prédio, de concreto, de asfalto, de gases estufa (SO2, NO2, CO2) e da  falta de áres verdes.

C) O QUE É INVERSÃO TÉRMICA?

É um fenômeno climático urbano que ocorre com frequência em grandes cidades industriais localizadas em área deprimidas e cercadas por serras ou montanhas, este fato dificulta a circulação do ar.    
Isto ocorre quando uma camada de ar quente impede a dispersão dos poluentes laçados na atmosfera por automóveis e fábricas. Este fenômeno causa problemas respiratórios devido a falta de dispersão dos poluentes.

D) EXPLIQUE A CHUVA ÁCIDA.

É um fenômeno que ocorre com frequência em grandes cidades industriais com grande concentração de veículos automotores ou próximo a usinas termelétricas que usam combustíveis fósseis.
Este fenômeno ocorre a partir da combinação do vapor de água presente na atmosfera e o óxido de enxofre, óxido de nitrogênio e óxido de carbono. (SO2, NO2, CO2), formando os ácidos sulfúrico, nítrico e carbônico.

OBS: COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS

Tipos:
Carvão Mineral;
Petróleo;
Gás Natural;
Xisto Betuminoso.

Gases nocivos (ruim) ao efeito estufa produzidos pela queima dos combustíveis fósseis:

Dióxido de Enxofre - SO2
Dióxido de Nitrogênio - NO2
Dióxido de  Carbono  - CO2










OS TIGRES ASIÁTICOS - CAPITULO 9